Notícias
Ajustar texto:

Federação

Legislação Previdenciária

  • IN 45 INSS
  • IN 77 INSS
  • IN 69 INSS

Legislação Trabalhista

Dragagem no Porto de Maceió vai custar R$ 35 milhões, diz ministro
Por: Gazeta Web
Postado em: 07/03/2018 as 11:36:19

Após atender as condicionantes da Marinha do Brasil, o serviço de dragagem deve ser iniciado até o dia 19 de março. Ainda de acordo com Quintella, os ganhos para a região serão expressivos. Isso porque, após a dragagem, espera-se um aumento de 20% a 30% na movimentação de cargas, o que proporcionará redução de custos e maior rapidez nas operações dos navios graneleiros, que vão passar da média atual de 40 mil toneladas por porte bruto (TPB) para até 60 mil.

 

Além da dragagem, o Porto também já conta com orçamento de mais de R$ 42 milhões. O recurso será utilizado na construção do terminal de passageiros e numa série de obras com vistas a melhorias operacionais, que, reforça Quintella, modernizarão a infraestrutura portuária. "Em um curto espaço de tempo, vamos melhorar a condição operacional e permitir que o Porto volte a atrair investimentos, retomando a sua competitividade e, assim, contribuindo para o desenvolvimento do estado, além de gerar novos empregos", comemorou.

 

OBRAS

 

A obra tem previsão de três meses de duração e será executada pela draga Niña, tipo Hopper, que faz a sucção do material para a cisterna da embarcação e o posterior descarregamento de sedimentos. A draga, fabricada em 1994, possui comprimento de 89,6 metros, 18,4 metros de largura e 3,6 metros de calado.

 

Cada ponto do Porto terá uma meta de calado a ser atingida. Dentro da bacia de evolução, a previsão é de que o calado passe dos 9,5 metros atuais para 11 metros. Para o berço, a expectativa é de que o ganho seja de quatro metros (de 5 para 9). 

 

O Terminal de Açúcar, por sua vez, passará dos atuais 5 metros para 10,5 metros. Na obra, também será utilizado o tipo de draga backhold, que utiliza uma retroescavadeira e armazena os sedimentos em uma barcaça para disposição em outro local. Já o volume estimado a ser dragado é de mais de um milhão e cem mil metros cúbicos de sedimentos.

 

O PORTO

 

Em 2017, o Porto de Maceió movimentou 1,97 milhões de toneladas (67,02 % exportações e 32,98% importações). O porto é o maior exportador de açúcar da região Nordeste e tem capacidade de escoar quatro milhões de toneladas por ano. 

 

Sua estrutura conta com oito berços de acostagem, adequados para a realização de operações de carga ou descarga de mercadorias, abastecimento e movimentação de passageiros e suprimentos. O canal de acesso, por sua vez, tem 120 metros de largura. Além disso, cinco armazéns, sendo quatro externos e um interno, compõem o Cais Comercial. 

 

O Porto funciona ininterruptamente, ou seja, durante os sete dias da semana, 24 horas por dia.




termos MPT/PGT

Acesso Restrito

  • Balancetes
  • Prestação de Contas
  • Atas

Sindicato dos Estivadores






contato : 61 3224.1599 / 3323.2242
FEDERAÇÃO NACIONAL DOS ESTIVADORES
SCS - QUADRA 01 BLOCO "G" SALA 506 - EDIFICIO BARACAT
CEP 70309-900 - BRASILIA/DF
SIGA-NOS
© 2015 FNE - Todos os direitos reservados.