Quarta-Feira, 24 de Maio de 2017



Notícias
Ajustar texto:

Federação

Legislação Previdenciária

  • IN 45 INSS
  • IN 77 INSS
  • IN 69 INSS

Legislação Trabalhista

Porto prometido há mais de 40 anos no PI está com as obras paradas
Por: G1
Postado em: 18/05/2017 as 15:42:17

Só de molhe, paredão de pedras que avança pelo mar e que deveria servir de abrigo aos navios, foram construídos cerca de 5 km, mas até agora, só pequenos barcos e pescadores circulam aos fins de semana.

 

A promessa é bem antiga, tem mais de 40 anos. O início da obra foi em 1976, ainda período da Ditadura Militar. O governador da época era Dirceu Arcoverde, da Arena, partido extinto. O investimento estimado é mais de R$ 600 milhões, valores de hoje, segundo a Secretaria de Transportes do Piauí, só que em 1986, a construção foi paralisada e a partir daí, foram 23 anos de esquecimento.

 

Em 2009, as obras do porto foram retomadas, mas dois anos depois, tudo parou novamente. Hoje, o que se vê é um cenário de abandono. Até um guindaste usado durante a obra foi esquecido e agora está completamente destruído pela maresia.

 
Na segunda etapa, o governador do Piauí já era Wellington Dias, do PT, que novamente foi eleito em 2014. Para esse contrato, o Governo Federal repassou ao estado R$ 16 milhões. Duas empresas responsáveis pelo consórcio chegaram a receber R$ 12 milhões, só que desse dinheiro, só o que avançou foi a construção do cais.

 

O caso foi parar no Ministério Público, que entrou com duas ações na Justiça denunciando irregularidades na obra.

 

“Superfaturamento, fraude a licitação, ausência de estudos preliminares para feitura da obra, pagamentos indevidos e outros, né? Material inservível aplicado na obra, fora das especificações do projeto e que levou, portanto, ao laudo da Polícia Federal dizendo que aquele material que está lá é praticamente inservível, não tem finalidade alguma”, explica Kelston Lages, procurador da República.

 

Há poucos quilômetros do porto, um outro projeto que faria parte desse conjunto de ações do governo para o crescimento econômico do Piauí, também enfrenta problemas.




termos MPT/PGT

Acesso Restrito

  • Balancetes
  • Prestação de Contas
  • Atas

Sindicato dos Estivadores






contato : 61 3224.1599 / 3323.2242
FEDERAÇÃO NACIONAL DOS ESTIVADORES
SCS - QUADRA 01 BLOCO "G" SALA 506 - EDIFICIO BARACAT
CEP 70309-900 - BRASILIA/DF
SIGA-NOS
© 2015 FNE - Todos os direitos reservados.