Ter?a-Feira, 22 de Janeiro de 2019



Notícias
Ajustar texto:

Federação

Legislação Previdenciária

  • IN 45 INSS
  • IN 77 INSS
  • IN 69 INSS

Legislação Trabalhista

CODESP PUBLICARÁ NOVA VERSÃO DO EDITAL DA DRAGAGEM NESTA SEGUNDA
Por: Tribuna Online
Postado em: 08/08/2016 as 18:54:36

A informação é do diretor de Engenharia da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), Antonio de Pádua Andrade. O assunto foi debatido ontem pelo Conselho de Administração (Consad) da estatal.

Esta é a segunda tentativa para contratar a dragagem do cais santista em menos de um mês. Isto porque, no último dia 27, quando seriam abertas as propostas de preços das empresas interessadas em realizar o serviço, a Docas suspendeu a licitação. Isto aconteceu após uma concorrente entrar com recurso administrativo pedindo o cancelamento do certame.

De acordo com a Autoridade Portuária, a empresa apresentou alguns questionamentos - não revelados -, sobre o edital. Em seguida, o material foi refeito pela Superintendência Jurídica e, agora, seguirá para a publicação.

A estatal trabalhava com a possibilidade de concluir o processo licitatório até outubro, quando será encerrado o contrato vigente com a Van Oord Operações Marítimas, atual responsável pela dragagem dos quatro trechos do canal de navegação. Mas, diante desta suspensão, corre-se o risco do processo licitatório não ser concluído em tempo.

A expectativa da Docas é investir cerca de R$ 116 milhões no serviço, essencial para garantir a profundidade e a competitividade do cais santista.

 

Para assegurar a habilitação, as empresas concorrentes deveriam apresentar capacidade compatível para a realização do serviço através da utilização de uma draga tipo Hopper, de sucção e autotransportadora, com produtividade de retirada de 20 mil metros cúbicos de sedimentos ao dia. O contrato prevê a extração de até 4,3 milhões de metros cúbicos de lama do fundo do canal.

A contratação será feita através de um pregão eletrônico, que inverte a ordem de análise dos documentos das concorrentes. Primeiro se conhece o valor ofertado. Em seguida, a comissão de licitação verifica se a empresa que ficou em primeiro lugar tem condições econômica, financeira e jurídica, além de regularidade fiscal. Para a Docas, essa inversão garante maior rapidez e eficiência ao processo.

A intenção da Codesp é contratar o serviço por um ano. Mas o contrato com a empresa vencedora da licitação terá uma cláusula rescisória, a ser acionada caso o Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil assine a ordem de serviço para o início dos trabalhos da EEL Engenharia.

A firma venceu a licitação promovida pela extinta Secretaria de Portos (SEP), no ano passado, por R$ 369 milhões. Entretanto, não foi assinada a ordem de serviço e os projetos básico e executivo, que devem ser feitos em cinco meses, ainda não foram iniciados.

Serviço

Atualmente, a dragagem de todo o canal de navegação do Porto é realizada pela Van Oord, após um aditivo contratual feito há dois meses. No entanto, a empresa só poderá continuar realizando o serviço até outubro, quando vence o contrato.

A firma passou a ser responsável pela dragagem do canal, da Barra de Santos até a Alemoa. Mas para isso, ao invés de serem retirados 1,5 milhão de metros cúbicos de sedimentos apenas no Trecho 1 do canal (originalmente, a empresa foi contratada para dragar apenas essa área, que vai da barra até a Ponta da Praia), serão dragados 940 mil metros cúbicos de sedimentos nos quatro trechos da via.

Isto aconteceu após a interrupção da obra por quatro meses, na região entre a Torre Grande e a Alemoa. Por conta dessa paralisação, a Capitania restringiu as condições de navegação, reduzindo o calado operacional (profundidade que pode ser atingida pelo navio durante a navegação ou quando atracado). A limitação atingiu o canal de navegação, as bacias de evolução (na Alemoa, em frente à Brasil Terminal Portuário) e três berços de atracação (no Macuco e na Ponta da Praia), causando prejuízos às instalações localizadas nessas regiões.




After falling in replica handbags love with Beatrice,gucci replica handbag Pierre immediately worked hard. In 2009, after dropping out of college, he took over a hermes replica handbags construction company founded handbag replica by his father and became a replica handbags major shareholder. Later he became the vice president of the Monaco Yacht Club. Personally, it has reached 50 million US dollars.

termos MPT/PGT

Acesso Restrito

  • Balancetes
  • Prestação de Contas
  • Atas

Sindicato dos Estivadores






contato : 61 3224.1599 / 3323.2242
FEDERA??O NACIONAL DOS ESTIVADORES
SCS - QUADRA 01 BLOCO "G" SALA 506 - EDIFICIO BARACAT
CEP 70309-900 - BRASILIA/DF
SIGA-NOS
? 2015 FNE - Todos os direitos reservados.